Your browser (Internet Explorer 8 or lower) is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this and other websites. Learn how to update your browser.

X

Menu

Bivalve

Eastern oyster, Crassostrea virginica, growth model

Filipe M. Soares
Eastern oyster, Crassostrea virginica, growth model
Implementation of the model presented by Cerco (2014), with a lot of adaptations. Model translates the individual growth. 

The food source was only considered as phytoplankton, and the forcing variables temperature, DO and salinity were not considered. 

Reference
Cerco, C. F. (2014). Calculation of Oyster Benefits with a Bioenergetics Model of the Virginia Oyster (No. ERDC/EL-TR-14-13). ENGINEER RESEARCH AND DEVELOPMENT CENTER VICKSBURG MS ENVIRONMENTAL LAB.


Oyster Shellfish Bivalve Aquaculture

  • 2 years 8 months ago

Modelo de ingestão de partículas de plástico

João PGL Frias
O modelo apresentado tenta mostrar o processo de ingestão de partículas por bivalves da espécie Mytilus.
Pretende-se identificar a diferença entre a ingestão de partículas orgânicas e a ingestão de partículas de plástico. Ambas as partículas têm sensivelmente a mesma dimensão (6 µm) embora esta dimensão não venha descrita no modelo. 
O objectivo deste trabalho é perceber o que acontece nestes organismos filtradores relativamente à quantidade de detritos produzidos. Este é um modelo de gestão simples e, como tal não contempla pseudofezes, por opção do autor, uma vez que a produção de pseudofezes interfere com a quantidade de detritos gerados. É possível alterar o número de partículas, a eficiência de assimilação e o número de bivalves no modelo.

Bivalve Mytilus Uptake Plástico

  • 6 years 6 months ago